segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Natura Amor América

Natura Amor América traz biodiversidade latino-americana


Depois de lançar sua nova linha baseada em ativos da biodiversidade latino-americana – Natura Amor América em pleno deserto de Atacama para 22 jornalistas de beleza no dia 12 de janeiro, a Natura vai lançar a coleção em Março para o público brasileiro e em Maio para o próprio público latino-americano e em Outubro para o mercado francês.


A linha teve seu nome inspirado num poema do poeta chileno Pablo Neruda Amor América e celebra integração da América Latina através de ativos da biodiversidade latino-americana, como o Palo Santo, proveniente da região do Altiplano Andino (Argentina, Chile, Peru e Equador) e a Paramela, um arbusto aromático encontrado nos campos desérticos e frios da Patagônia.


Foram desenvolvidos três produtos com cada um destes ativos. Com Palo Santo, madeira perfumada, tradicionalmente usada como incenso em certas regiões dos Andes, foi desenvolvida a Essência Palo Santo, uma fragrância floral, com notas resinosas e ambaradas; o Kachi, um sal de banho para ser usado em escalda-pés ou banhos de banheira; e Los Misterios, um perfumador de ambiente composto por pastilhas de cerâmicas e óleo para aromatização. E com o óleo essencial da Paramela, que na Patagônia é usada é usada em infusões para combater o frio, a Natura lança Essência Paramela, com uma fragrância fresca, frutada, com leves notas de mel; Misqui, um óleo corporal com uma textura especial e Paine, uma emulsão mentolada para massagear as têmporas e a região atrás do pescoço, para proporcionar relaxamento e frescor.


“O desafio foi criar fragrâncias que despertassem sentimentos e transportassem as pessoas para a região de onde cada óleo foi extraído, permitindo que elas vivenciem a experiência de estar lá”, explica Verônika Kato, perfumista da Natura.


Os frascos foram inspirados nos potes e jarros dos povos da América Latina, desenvolvidos pela designer Filomena Padrón.


Além dos produtos, Natura Amor América trará dois livros com imagens dos ambientes retratados, que farão parte de um conjunto especial de lançamento, disponível apenas no primeiro ciclo de venda da linha em cada país. As imagens são de autoria do fotógrafo Roberto Linsker e os textos do jornalista e redator Marcelo Macca, que participaram do desenvolvimento da linha desde o início.


A continuidade da linha se dará com até dois novos ativos exclusivos por ano, representados em uma essência e dois produtos complementares que contam histórias e costumes da região, com nomes retirados de palavras indígenas ou da cultura popular.


1 comentários:

Jefferson disse...

quel dos dois é feminino?